Search results: Found 18

Listing 1 - 10 of 18 << page
of 2
>>
Sort by
Adolfo Caminha: um polígrafo na literatura brasileira do século XIX (1885-1897)

Author:
ISBN: 9788579830334 Year: Pages: 482 DOI: 10.7476/9788579830334 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2015-01-27 17:03:15
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Trata-se, neste livro, do conjunto da obra de Adolfo Caminha - um polígrafo na literatura brasileira do século XIX - durante o período de 1885 a 1897. O estudo abrange não somente os seus textos ficcionais, mas também os seus escritos críticos e jornalísticos. Considera-se, portanto, a atuação do escritor como político, editor, leitor e crítico literário. Salienta-se que a escrita de Caminha se caracteriza por dois movimentos: um horizontal, que estende a sua obra, e outro vertical, que produz uma estética do aproveitamento, constituída a partir dos diálogos existentes entre um e outro dos seus fazeres. A obra apresenta uma contribuição original aos estudos sobre a literatura brasileira.

Lira dissonante: considerações sobre aspectos do grotesco na poesia de Bernardo Guimarães e Cruz e Sousa

Author:
ISBN: 9788579830266 Year: Pages: 584 DOI: 10.7476/9788579830266 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2015-01-27 17:03:15
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Lira dissonante analisa as características e funções do grotesco na poesia lírica de Bernardo Guimarães e Cruz e Sousa. O grotesco se manifesta na obra de ambos sob forma de imagens estranhas e inesperadas que sugerem um universo lírico extravagante e rebelde, muitas vezes, oposto às convenções estéticas tradicionais, particularmente, românticas. Trata-se de uma contribuição original aos estudos sobre os dois poetas, na medida em que desvenda as rupturas estéticas, típicas da lírica moderna, empreendidas por eles em seu momento histórico-literário.

Monteiro Lobato nas páginas do jornal: um estudo dos artigos publicados em O Estado de S. Paulo (1913-1923)

Author:
ISBN: 9788579831072 Year: Pages: 254 DOI: 10.7476/9788579831072 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2015-01-27 17:03:15
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

A fase compreendida pelos historiadores como fase de consolidação ou profissionalização da imprensa, início da República até a década de 30, corresponde a um período relevante da atuação do escritor Monteiro Lobato (1882-1948) como jornalista. O intuito de se abordar os artigos publicados no jornal O Estado de S. Paulo, periódico fundado em 1875 como baluarte das questões ideológicas republicanas, permite situar o início da produção de Lobato em 1913. O limite de 1930 justifica-se pelo momento histórico, ou seja, a transição de um país rural para um estado em franca urbanização com o advento da era Vargas. Como veículo fugaz, o jornal apresenta-se como oportunidade para se rever uma faceta menos "literária" do escritor. A observação do conjunto de textos produzidos como artigos para O Estado entre os anos de 1913 e 1923 revela um escritor em fina sintonia com o veículo do qual participava e ajudava a construir, fosse na esfera dos ideais, fosse no círculo das atividades exercidas dentro do jornal. Lobato é, com efeito, um jornalista participando ativamente dos ideais políticos e sociais de um grupo cuja influência extrapolava a tão autoproclamada neutralidade do jornal. Havia um projeto de país em boa parte comum a escritor e jornal, ou melhor, entre o publicista atento e o periódico bem sucedido. "Uma velha praga", "Urupês" ou o quase não lembrado "Entre duas crises" são textos que, postos lado a lado e lidos na seqüência e freqüência que surgem em O Estado, compõem um mosaico esclarecedor da visão projetada por Lobato e por um grupo de intelectuais cuja ação pública, política, identifica-os como "grupo do Estado".

O rio e a casa: imagens do tempo na ficção de Mia Couto

Author:
ISBN: 9788579831126 Year: Pages: 282 DOI: 10.7476/9788579831126 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2015-01-27 17:03:16
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Este estudo constitui-se de três momentos principais: a reflexão sobre a historiografia literária de Moçambique (apresentada no capítulo um), as considerações a respeito da fortuna crítica acadêmica monográfica de Mia Couto produzida no Brasil (que abordamos no segundo capítulo) e a análise da autointertextualidade na obra ficcional de Mia Couto (matéria que ocupa os capítulos três e quatro).

O romance policial místico-religioso: um subgênero de sucesso

Author:
ISBN: 9788568334560 Year: Pages: 184 DOI: 10.7476/9788568334560 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-07-17 17:27:17
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

"Desde o século XIX, com o célebre detetive Auguste Dupin, de Edgar Allan Poe, e a extensa cadeia de personagens e narrativas de mistério que em maior ou menor medida descenderam dali – passamos, nesse prolífico percurso, por Conan Doyle, Agatha Christie, Raymond Chandler, só para citar alguns autores –, o gênero policial foi se consolidando e, enquanto expandia progressivamente seu público, matizava-se e assumia novas formas.Este estudo, fruto de longa pesquisa a partir dos livros mais vendidos no Brasil no início do século XXI, debruça-se sobre o romance policial “místico-religioso”, subgênero definido por Fernanda Massi que se distancia um pouco das características tradicionais do romance policial: nessas tramas, o crime se conecta a um segredo ligado a um núcleo místico-religioso, em geral protegido por uma sociedade fechada e secreta às voltas com o que ela supõe ser um inimigo ameaçador. O repórter/investigador (que em tais obras nunca é chamado de detetive) busca uma verdade que supera a identificação do criminoso, tendo como alvo principal o segredo motivador dos crimes. Outra característica singular é a tentativa, quase frequente, de desmoralização da Igreja Católica. Isto ocorre através da oposição /ocultação/ vs. /revelação/ de um segredo, fazendo que esse subgênero tenha grande sucesso de público, uma vez que promete revelações surpreendentes sobre essa poderosa instituição."

De poeta a editor de poesia: a trajetória de Machado de Assis para a formação de suas Poesias completas

Author:
ISBN: 9788579836589 Year: Pages: 181 DOI: 10.7476/9788579836589 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-07-17 17:27:17
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Autor dos mais estudados da literatura brasileira, a atuação de Machado de Assis como poeta, no entanto, só mais recentemente tem recebido a devida atenção da crítica. Sendo assim, o estudo de Fabiana Gonçalves vem suprir uma lacuna que de há muito era sentida pelos pesquisadores machadianos. A pesquisa com as Poesias completas, obra publicada em 1901, visou não apenas estudar a produção poética, como também investigar a figura do editor Machado de Assis na organização da antologia.

O poeta-espião: a antilírica de Sebastião Uchoa Leite

Author:
ISBN: 9788568334409 Year: Pages: 172 DOI: 10.7476/9788568334409 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-10-15 12:30:52
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Paulo Andrade analisa nesta obra os procedimentos técnicos, temas e motivos construídos pelo poeta Sebastião Uchoa Leite para refletir sobre seu projeto poético e seu sujeito lírico. O estudo focaliza uma produção poética submetida a certa tensão, por desvios e aproximações, tanto com a tradição moderna quanto com as propostas modernistas, o que impossibilita demarcar limites para classificá-la. O grande mérito do autor é precisamente situar a obra de Uchoa nesse contexto específico.Andrade mostra que Uchoa não concebe o modernismo como força propulsora, mas como forma. O poeta não descarta as conquistas de 1922 e das décadas seguintes, no entanto, empenha-se em transgredi-las, contaminando-as com referências de toda ordem, seja da alta cultura, seja de elementos líricos retomados de tradições mais antigas, como a obra de François Villon, seja da cultura de massa ou de linguagens as mais diversas. Adepto do modernismo, Uchoa centra-se no contexto de seu tempo, e utiliza-se de uma linguagem concisa para expressar as preocupações em relação à cultura contemporânea.A análise de Andrade traz à tona um poeta que alia pensamento e poesia e, fortemente crítico à realidade, coloca-se em permanente desconfiança em relação ao mundo, ao outro e a si próprio. No percurso o estudo também aborda outros temas e procedimentos afins para articular a questão central, como o humor, a ironia, a autoironia e a difícil relação entre a retomada e a transgressão de certa tradição moderna, que faz de Uchoa um herdeiro singular de Paul Valéry, T. S. Eliot, João Cabral, Carlos Drummond, Manuel Bandeira e dos poetas concretistas.

Em torno de Hilda Hilst

Authors: ---
ISBN: 9788568334690 Year: Pages: 250 DOI: 10.7476/9788568334690 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-10-22 11:17:41
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Quem tem medo de Hilda Hilst? O dado de provocação dessa pergunta ainda se faz presente, passados mais de dez anos de sua morte, em 2004. A escritora, poeta e teatróloga, nascida em Jaú, em 1930, ganha nestes últimos tempos uma nova leitura e um interesse crescente por sua obra. Em torno de Hilda Hilst é um livro que se situa no panorama da leitura atenta, sensível e curiosa da obra da autora, reunindo pesquisadores do Brasil e do exterior, amantes dessa chama inquieta que é o texto literário que a escritora paulista tão bem soube manter quente e acesa ao longo dos 47 anos de trabalho exclusivo com a literatura. Os leitores que enfrentam o jogo fornecido pela escritora não saem ilesos do ousado universo literário que ela tão bem explorou e que vai do sacro ao metafísico, passando pelo erótico e pelo campo do amoroso e sublime desejo da morte, sem deixar de se lançar ao combativo discurso político e social.

Da estátua à pedra: percursos figurativos de José Saramago

Author:
ISBN: 9788568334492 Year: Pages: 233 DOI: 10.7476/9788568334492 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-10-22 11:17:41
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

O propósito deste ensaio é desenvolver uma leitura comparativa, por aproximação e contraste, de quatro romances de José Saramago. Recorte no amplo universo do romancista português, o trabalho levanta questões que possibilitam um ordenamento das leituras sobre sua obra a partir de um exame detido de um romance de sua fase mais nacional: A jangada de Pedra, em contraposição à trilogia constituída por Ensaio sobre a cegueira, Todos os nomes e A caverna.A obra busca explicitar espelhamentos e refrações entre A Jangada de Pedra e Ensaio sobre a cegueira, bem como as muitas ressonâncias entre Ensaio sobre a cegueira, Todos os nomes e A caverna, e assim delinear um horizonte de convergências estruturais e/ou temáticas perceptível no confronto das obras.Tal estratégia possibilita à autora depreender e apontar a marca narrativa que articula a variedade ficcional de cada romance, os quais agrega sob uma rubrica comum, mostrando que temas, figuras, mitos, símbolos, procedimentos narrativos e outros recursos que deles emergem configuram Saramago como romancista que “sendo a cada vez outro, é sempre o mesmo”.

A crítica que fez história: as associações literárias no Oitocentos

Author:
ISBN: 9788568334508 Year: Pages: 223 DOI: 10.7476/9788568334508 Language: Portuguese
Publisher: SciELO Books - Editora UNESP
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2016-10-22 11:17:41
License:

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Esta obra tem como objetivo analisar o papel que desempenhou a crítica literária na construção da cultura escrita do Oitocentos brasileiro, a partir do pressuposto de que a literatura foi a principal forma de expressão, conhecimento e reconhecimento do Brasil enquanto nação naquele período. Milena da Silveira Pereirabusca apreender em que medida o gênero, então insipiente, foi conduzido por princípios regulares e buscou definir, forjar ou mesmo inventar uma cultura escrita e uma nacionalidade brasileiras.Para a autora, a crítica literária assumiu no século 19 uma posição equivalente à de tutora dos escritores, inclusive traduzindo os anseios e projetos da sociedade, ou seja, teria pretendido ajudar a delinear as feições do literato.Boa parte do discurso crítico produzido naquele período, pontua ela, foi publicada em periódicos editados pelas sociedades literárias de São Paulo e Rio de Janeiro e por esse motivo tais textos constituem o corpus documental da obra, que dedica um capítulo específico a esses veículos. Segundo Silveira Pereira, além de grande peso como instrumento legitimador e de manutenção da prática de associar-se dos letradosdaquele tempo, os periódicos desempenharam papel importante na divulgação de seus escritos para públicos mais amplos, contribuindo assim para a consolidação da crítica literária enquanto tal e das ideias que o gênero textual procurava disseminar.

Listing 1 - 10 of 18 << page
of 2
>>
Sort by
Narrow your search

Publisher

SciELO Books - Editora UNESP (18)


License

CC by (13)

CC by-nc-sa (5)


Language

portuguese (18)


Year
From To Submit

2016 (1)

2015 (9)

2014 (4)

2010 (2)

2009 (2)