Search results: Found 7

Listing 1 - 7 of 7
Sort by
A memória da cidade: escrita e poder em Évora (1415-1536)

Author:
ISBN: 9782821897267 DOI: 10.4000/books.cidehus.3158 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Subject: History
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Em A memória da cidade: escrita e poder em Évora (1415-1536), o acto escrito, produzido e/ou conservado pela câmara do concelho, é o palco privilegiado de identificação e análise dos poderes que exercem posições de domínio no espaço documental, à semelhança do que acontece no quotidiano da administração municipal eborense. O rei, a câmara, os profissionais da escrita e os indivíduos que sabem escrever o seu nome são alguns dos poderes em presença nos pergaminhos e papéis conservados pelo arquivo da câmara, entre 1415 e 1536. Dividida em duas partes fundamentais, a obra acompanha a formação e a consolidação do arquivo municipal, e as diferentes formas de projecção dos diferentes poderes da cidade nesse mesmo arquivo. Na relação que se estabelece entre escrita e poder, forja-se uma memória para a cidade. Imagem da capa: Arquivo Distrital de Évora, Fundo Municipal, Segundo Livro de Pergaminho, fl. 38v.

Keywords

arquivo --- memória --- poder --- Évora --- Idade Média

O Livro das Posturas Antigas da cidade de Évora

Author:
ISBN: 9791036512322 DOI: 10.4000/books.cidehus.3296 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Subject: History
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Em 1466, quando Fernão Lopes de Carvalho, cavaleiro cidadão, ocupou a escrivaninha do concelho, foi-lhe dado encargo de tresladar documentação pretérita da câmara da cidade de Évora. Nasce, assim, o posteriormente designado Livro das Posturas Antigas, que, em 1662, outro escrivão da câmara, Francisco Cabral de Almada, "reduziu a livro", compilando os cadernos do seu antecessor. O códice, publicado parcialmente por Gabriel Pereira, encontra agora a sua formulação integral. Expressão do poder do concelho de Évora no período medievo, abarca principalmente cópia de atas da vereação da última metade do séc. XIV, de que resultaram as normas impostas pela cidade, ou seja as posturas propriamente ditas. Embora com falhas de alguns cadernos, perdidos entre o séc. XV e o XVII, este constitui-se como um texto fundamental na inteligibilidade da Cidade Medieval. Através das deliberações camarárias, cruzam-se os seus diferentes protagonistas – mulheres e homens, cristãos, muçulmanos e judeus -, expressam-se relações sociais e políticas, definem-se actividades económicas, descrevem-se técnicas, estabelecem-se preços, nomeiam-se espaços – sente-se, enfim, o pulsar vivo do quotidiano da urbe e do seu termo em finais do séc. XIV.

O conjunto lexicográfico Prosodia (1634-1750), de Bento Pereira, S. J.

Author:
ISBN: 9791036514883 DOI: 10.4000/books.cidehus.3321 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Subject: Languages and Literatures
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

O conjunto lexicográfico da Prosodia, da autoria do jesuíta Bento Pereira (1605-1681) teve um longo percurso editorial ativo por mais de um século, com doze edições publicadas entre 1634 e 1750, entre Lisboa e Évora (Universidade de Évora). Este volume dicionarístico, que reúne os dicionários Prosodia latim-português e Tesouro português-latim, além de outras obras, foi um importante manual de ensino do latim e do português nos colégios inacianos, em Portugal e no espaço de ensino e de missão da Companhia de Jesus. Foi proibido por D. José aquando das Reformas Pombalinas e recebeu ordem de destruição. Apesar das vicissitudes, a Prosodia sobreviveu aos tempos, chegando até nós diversos volumes em bibliotecas espalhadas pelo mundo, que listamos. Transcrevem-se os dois catálogos autorais para as fontes latinas e portuguesas dos dicionários latim-português e português-latim, respetivamente, presentes nas edições princeps. Confirma-se a dilucidação da sequência editorial, que esteve envolta em discrepâncias na literatura, e apresentam-se facsimile dos rostos de todas as edições deste importante volume, marco da história da lexicografia bilingue latina e portuguesa.

As elites de Évora ao tempo da dominação Filipina : Estratégias de controlo do poder local (1580-1640)

Author:
ISBN: 9791036513947 DOI: 10.4000/books.cidehus.3936 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Subject: Political Science
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

O presente estudo desenvolve-se em torno das elites de Évora ao tempo da dominação filipina, e das suas estratégias de controlo do poder na referida cidade. Materializar-se-á na análise de dois importantes pólos de poder que contribuíram para a definição das elites locais no Antigo Regime, e que foram estruturantes do poder politico a nível local: a Câmara Municipal e a Misericórdia de Évora. Partindo desse pressuposto este trabalho procurará identificar a estrutura do poder local, e reconstruir a composição social das elites que o controlaram. De igual modo,procurar-se-á definir as estratégias de conquista e manutenção do poder que os grupos de elite de Évora utilizaram nos sessenta anos do governo Filipino, assim como o seu comportamento perante algumas conjunturas de agitação social e política, como foram as verificadas nos primeiros e nos últimos anos dos Habsburgos em Portugal.

Paisagens sonoras urbanas: História, Memória e Património

Authors: ---
ISBN: 9791036521669 DOI: 10.4000/books.cidehus.7002 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

O presente livro surge como resultado do I Encontro Historical Soundscapes realizado em 2017 na Universidade de Évora e do arranque do Projeto PASEV: Patrimonialização da Paisagem Sonora em Évora (1540-1910), em 2019. Pretende constituir-se por isso como um contributo no que se refere à reflexão e disponibilização de estudos no quadro da Paisagem Sonora (Soundscapes, conceito criado por Raymond Murray Schafer em 1970), enquanto abordagem que tem vindo a ganhar cada vez mais expressão na musicologia internacional e que permite entender a música realizada numa determinada área a partir de uma perspetiva contextual abrangente, como é o caso da escala urbana. Esta abordagem permite reconstruir contextos, circuitos, trânsitos e cartografar a presença da música e dos músicos, entendendo a música como uma atividade social, política e económica e não meramente artística. Os desafios neste domínio vasto prendem-se com a abertura à interdisciplinaridade de abordagens, à diversidade de fontes, à capacidade de “imaginar” soluções para a reconstituição de um património sonoro efémero ou perdido no tempo. O livro não se centra em exclusivo na realidade histórica de Évora, embora se apresentem estudos significativos sobre a música sacra que refletem a vitalidade da investigação que continua a aprofundar o vasto património musical associado à Catedral eborense e à realidade monástico-conventual da cidade. O processo de valorização do Património musical desta cidade no século XX e através da ação do município, é também aqui abordado. Em relação a outras realidades urbanas, um dos grandes desafios continua a ser o estudo de procissões na perspetiva da Paisagem Sonora, sendo aqui abordados os casos de Castelo Branco e Valência. Apresentam-se também estudos que incidem sobre três cidades com abordagens distintas, Vila Viçosa a partir de uma única fonte documental (textos de J. J. R. Espanca), Braga a partir da análise de uma diversidade de fontes e de espaços na cidade (periódicos, cartazes, relatos e quanto a espaços, igrejas, cafés, passeio público ou teatros) e Sevilha abordando igualmente uma diversidade de fontes e espaços num período delimitado aos sete anos de domínio de Primo de Rivera. O protocolo e festividades da Corte são abordadas em épocas e convenções distintas nos séculos XVI e XVIII. São também apresentados modelos de estudo de acordo com espaços ou instituições, como é o caso da Universidade de Sevilha ou do Palácio da Condessa de Barcelona. Dois estudos centram-se ainda nos agentes, i.e. os músicos, nas cidades de Portalegre e Nápoles. Finalmente, um trabalho singular sobre o ambiente sonoro associado ao teatro de marionetas dos bonecos de Santo Aleixo. A proposta do presente livro passa pela abertura a abordagens diversas que exploram elementos distintos e contribuem para a configuração de uma dada paisagem sonora, para estabelecer a sua identidade e singularidade. Apostando em leituras distintas de cariz multidisciplinar, fica aberto o caminho para trabalhos futuros, complementares, visando a salvaguarda da história, da memória e do património musicais.

Redes, bibliotecas e literacias

Author:
ISBN: 9782821879546 Year: Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Added to DOAB on : 2017-10-03 14:44:08
License: OpenEdition licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

A publicação deste livro assinala o quinto aniversário da criação da Rede de Bibliotecas de Évora (RBEV), a única rede portuguesa que integra bibliotecas de leitura pública, escolar e universitária. Esta estrutura gere um catálogo com mais de 250.000 títulos (disponível em www.rbev.uevora.pt), produz conteúdos e desenvolve um plano de actividades abrangente que compreende os domínios da formação e da dinamização da leitura. Alguns dos textos que integram a obra relatam actividades bem-sucedi...

Governar a cidade e servir o rei : A oligarquia concelhia em Évora em tempos medievais (1367-1433)

Author:
ISBN: 9791036512339 DOI: 10.4000/books.cidehus.3288 Language: Portuguese
Publisher: Publicações do Cidehus
Subject: History
Added to DOAB on : 2019-12-06 13:15:27
License: OpenEdition Licence for Books

Loading...
Export citation

Choose an application

Abstract

Governar a cidade e servir o rei é um estudo sobre o grupo dirigente que controlou o poder municipal, em Évora num período de cerca de 70 anos, correspondente aos reinados de D. Fernando e D. João I, passando pela crise dinástica de 1383-1385. Trata-se de uma análise dinâmica que levou, naturalmente, em consideração um contexto muito especial, vivido de forma intensa numa cidade que teve, como se sabe, um papel fulcral em todo o processo que conduziu o Mestre de Avis à coroa. Esse contexto, que o estudo enfatiza, não foi indiferente para os rumos da governação municipal, nem para os destinos daqueles que dirigiam a cidade, que, na maior parte dos casos, estiveram de forma desassombrada ao lado do mestre, não lhe negando o seu apoio militar e financeiro. Um tal posicionamento não só permitiu a esse grupo de famílias ligadas à governação reforçar a sua capacidade de controlo sobre o poder municipal, como acabou também por se constituir como a pedra de toque da sua ascenção social. O protagonismo assumido, nesses anos de fogo, à frente de uma cidade que conheceu, neste transcurso temporal, uma forte elevação no quadro político do reino, e que fez dela uma das principais cidades cortesãs, constituiu um impulso para esse grupo de famílias, em que se destacam os Lobo, os d'Arca, os Fuseiro, os Oliveira, os Façanha ou os Arnalho, permitindo-lhes iniciar ou acelerar processos de mobilidade social ascendente que, em alguns casos, os colocou no seio dos grupos nobiliárquicos. Neste sentido, o trabalho que agora chega a um público mais alargado é não só um estudo sobre o controlo do poder, mas também uma investigação sobre os mecanismos e as estratégias de ascenção social de homens, com origens sociais mais ou menos obscuras, para quem o domínio da governação municipal constituiu um trampolim de mobilidade que os aproximou dos grupos nobiliárquicos que constituíam o seu horizonte social.

Listing 1 - 7 of 7
Sort by
Narrow your search